15 setembro 2018

Bainhas abertas, uma arte secular... | Pano de mesa



 
Dado o espaço temporal que a bendita toalha levou a fazer (mais aqui!), dado os inúmeros momentos de frustração, cansaço que ela me provocou e dado o facto de eu não ser pessoa de estar parada, houve que ocupar esses momentos "mortos".
E nada melhor que aprender uma arte nova: as bainhas abertas, tão características das beiras.
E assim se passou mais um verão, onde (mais uma vez!) com a ajudas das vizinhas fiz mais um pano de mesa com umas medidas jeitosas.




Como achei que só com as bainhas abertas ficava muito básico, achei por bem complicar (mais uma vez!) a minha vida e juntei um ramo em ponto roto.
 


Posto isto, aos poucos lá vou conseguindo um dos meus objectivos de vida (fazer o máximo possível do meu enxoval, pois quero tudo personalizado a meu gosto… pancadasdas fortes!!), enquanto pelo meio vou levando a minha mãe à loucura.
:-D :-D :-D
 
 









Sem comentários:

Publicar um comentário