15 julho 2017

New in...


O mundo dos tecidos e dos materiais de costura é mesmo isso: um verdadeiro mundo, onde facilmente nos podemos perder (e esvaziar a carteira J ).
Actualmente, na minha cidade (com muita pena minha!) não existe uma retrosaria de costura criativa. Pelo que agora quando preciso de material tenho de recorrer a outros lados.
Há tempos fui visitar a Bolo de Pano, Retrosaria. Fica no Centro Comercial Allegro, em Alfragide (perto do IKEA de Alfragide) e apesar do seu espaço reduzido tem uma oferta de materiais de costura bastante grande (para além de outro tipo de materiais como lãs, linhas, botões, maquinas de costura, workshops, etc).
Desta minha visita resultaram as seguintes aquisições…
 




 
 
 

09 julho 2017

dos regressos felizes...

 
Depois de um interregno forçado por motivos familiares, domingo passado foi dia de regressos felizes. :-)
Foi dia de "tirar o pó" às linhas e agulhas. De me voltar a perder nas contagens das cruzinhas.
De passar a tarde no sofá rodeada de uma arco-íris de linhas. De dar mais um avanço neste projecto.

Foi dia de voltar ao meu anti-stress.
Só tive pena do calor que se fazia sentir, que me punha as mãos a transpirar constantemente e a visitar o WC frequentemente. É o mal de se fazer ponto cruz no verão (se bem que no inverno as mãos arrefecem e torna-se igualmente difícil!).
Vida de artesã é difícil!! :-D :-D :-D









 
E com isto regressámos também ao blogue! :-)

01 julho 2017

FIA 2017

Conforme vem sendo hábito, na passada segunda-feira lá rumei à FIA 2017.
Este ano a FIA comemora 30 anos e têm, por isso, um cartaz de iniciativas bastante diversificado.
O país convidado é a China e assim ficamos a conhecer um pouco do artesanato de porcelana, papel, seda e bordados que por lá há.
O município português convidado é Pampilhosa da Serra (e no Facebook da FIA há inclusivé passatempos a decorrer). Este é um município que sempre apostou bastante na sua presença na FIA e este ano sendo o município convidado, excederam-se. :-)
No dia em que eu fui está a decorrer um workshop sobre um doce típico desta zona: a filhó espichada. No fim tivemos oportunidade de provar e é verdadeiramente deliciosa.
Como referi, este ano a FIA comemora 30 anos e devo dizer que, ao contrário do ano passado, houve claramente melhorias, que beneficiaram muito a iniciativa.
Achei que este ano está melhor organizada. Não se vê tantas falhas de stands. Os corredores estão mais limpos (o ano passado estava sempre a esbarrar nos artigos expostos que estavam no chão).
Curioso foi também visitar a exposição do IEFP que nos dá uma retrospectiva dos principais temas de exposição e encontrar por lá coisas que lembramos da nossa infância.
Deixo-vos agora algumas fotos, poucas que o objectivo era visitar e usufruir ao máximo da exposição e esse foi a minha principal preocupação.




 

 
E vocês já visitaram?