31 outubro 2018

Halloween time!!

 
Hoje é Dia das Bruxas!!
Uma tradição anglófona que aos poucos e poucos tem entrado na tradição portuguesa.
Lá fora acontece todo um ritual de decoração da casa, gastronomia (muito) própria, assistir a filmes de terror, contar histórias assustadoras…
É o Carnaval anglófono, já que os bailes e festas temáticas sobre o assunto são muito comuns e as pessoas vestem-se a rigor.
Mas hoje lembrei-me de partilhar convosco sugestões rápidas não só de decoração como de saquinhos para cumprir outras das tradições deste dia: ir ao treat or trick! (Doce ou travessura!) tão comum entre as crianças, que percorrem as casas dos vizinhos, devidamente mascarados, a pedir doces e a pregar partidas a quem não dava.

Máscaras

 
 Decorações

Amando cozinhar

Como decorar

Taleigos (saquinhos para pedir os doces ou travessuras)

No mundo da Tatas

 
 


Happy Halloween!!


 

26 outubro 2018

Teacher & The bandits | Taleigo

 
"A amizade é o maior sentimento que não morre." *
 
Eu tenho poucos (mas bons!!) amigos.
E que são suficientemente loucos para acreditar nas minhas capacidades artesãs. E, pior, pedirem para que eu lhes faça algo.
É a loucura!!
E quando pedirem que a peça incorpore duas artes que eu adoro fazer é só a cereja no topo do bolo.
No início do Verão foi o que aconteceu: o Pedro um extraordinário professor/músico pediu-me para que lhe fizesse um saquinho para guardar as suas cartas-maravilha, que o ajudam a ensinar Inglês aos seus meninos. Foi muito específico no que pretendia e tinha de ser algo totalmente personalizado.
E daí veio a ideia de bordar o logo da banda em ponto cruz.
Muita pesquisa feita, projecto esquematizado e aprovado pelo cliente coloquei mãos-à-obra e hoje mostro-vos o resultado…
 


 
 
 
 
 

 
Pedro, MUITO OBRIGADA por esta oportunidade e espero que as cartas gostem da casa nova!!

*INDISPONÍVEL*
 
*PEÇA ÚNICA*
 
*Florbela Espenca

16 outubro 2018

Azul da cor do mar | Bolsa para telemóvel



"Nada na vida acontece por acaso."
 
Há pessoas que entram na nossa vida por circunstâncias da vida e que ficam.
A Ângela é uma dessas pessoas.
Apesar de nos conhecermos à pouco tempo, a empatia foi imediata e a forma como ela (e a família) acarinhou este projecto deixou-me sem palavras e muito sensibilizada.
Quando me pediu para lhe fazer uma bolsa nova para o telemóvel dela fiquei-lhe secretamente muito grata. por dois motivos:
  1. reabilitou a minha vontade de costurar (que andava pelas ruas da amargura!);
  2. deu-me a oportunidade de criar algo novo para mim. De sair da minha zona de conforto. E aprender e crescer tanto. Enquanto pessoa e enquanto aspirante a artesã.
E só podia ser assim: quem tão espontaneamente e generosamente acolheu este projecto merecia algo especial.
Ângela, MUITO OBRIGADA por teres acreditado neste projecto, pela oportunidade que me deste para eu sair da minha zona de conforto, para crescer e por teres confiado em mim e no meu trabalho.
 
P. S- e acima de tudo muito obrigada pela paciência!! :-)
 
 
 
 
*INDISPONÍVEL*
 
*PEÇA ÚNICA*
 
Obrigada, Ângela!

07 outubro 2018

Hearts and daises | Bolsa para telemóvel


"A persistência é o caminho do êxito."

Charlie Chaplin estava coberto de razão!!
É a persistência que faz toda a diferença, que nos obriga a ultrapassar obstáculos, a crescer enquanto pessoas, a aprender, a sair da nossa zona de conforto.
Contei por aqui que havia comprado um alicate para aplicação de molas Kam.
E que para grande tristeza minha (gosto muito deste tipo de molas porque são muito resistentes, fortes e dão um acabamento muito bonito aos trabalhos) não me estava a entender com ele.
Pedi inclusive sugestões e ideias para aprender a trabalhar com elas. :-)


 
E hoje, cerca dois anos depois de ter comprado o alicate, depois de umas quantas molas estragadas e outras partidas, material desperdiçado, muita cabeçada na parede, posso finalmente dizer que aprendi a aplicar molas Kam.
:-D :-D :-D
E isto para vos dizer: nunca desistam!!
Vale a pena persistir. Escolham bem as vossas batalhas, (porque algumas não valem mesmo a pena…) e vão à luta.
Eu aprendi a colocar estas molas.
 Levou-me dois anos, mas cheguei lá.
Com empenho, persistência, vontade, muita paciência e muita casmurrice, consegui.
Agora vou poder valorizar os meus trabalhos e ainda cresci enquanto artesã.
Hoje é um dia feliz!!

 
*INDISPONÍVEL*
 
*PEÇA ÚNICA*