22 maio 2022

Como sustentar este vício? | Porta-moedas



De todas as artes que faço, sem margem para dúvida, que aquela que me fica mais cara é a costura criativa
. Quem gosta e se dedica a ela certamente concordará comigo que este pode tornar-se um hobby algo dispendioso.
Tudo porque as retrosarias são verdadeiros paraísos. Visitar uma retrosaria pode ser verdadeiramente problemático. Tudo é bonito (o que dificulta muito a escolha!), tudo é ideal para fazer aquela peça tão especial, tudo combina com tudo…
Queremos trazer tudo connosco, porque afinal tudo faz falta.
A variedade e quantidade de materiais disponíveis é tal que a verdade é que costurar pode ser bastante caro.
Quando comecei este blogue criei-o com o objetivo de partilhar aventuras, experiências, de aprender mais sobre o mundo dos lavores. Entretanto, como é óbvio, fui aprendendo novas artes, onde se inclui a costura, e rapidamente percebi que esta arte me podia levar à ruína. Tive de arranjar estratégias para sobreviver. ;-)
Por sugestão de outros comecei então a colocar aqui peças que tinha feito para venda e a alocar os valores que conseguia para a compra de novos materiais.
Mas apesar de não viver da costura, nem dos lavores, não tenho vendas significativas que o sustentem e, tendo outras despesas para fazer face como o meu ordenado, tive de arranjar mais estratégias.
Uma delas foi arranjar um envelope onde ocasionalmente coloco uma notita ou outra, que sobre e que junto e quando tenho uma quantia jeitosa lá vou eu toda contente às compras.
Outra estratégia a que recorro frequentemente são às promoções e descontos. Comprar tecidos em stock off, por exemplo, é uma excelente forma de comprar mais por menos (sendo que isto tem a contrapartida de não comprar os tecidos da coleção em vigor, mas enfim… ).
Sou também bastante recetiva a prendas em forma de material para crafts. ;-)
Assim vou sustentando o meu vício. ;-) ;-)

E vocês como fazem? 
Que truques utilizam? Que lojas recomendam?







**DISPONÍVEL**

**PEÇA ÚNICA**


2 comentários:

  1. Eu faço mealheiros personalizados e sofro do mesmo mal :P
    Não vivo disso, o que ganho paga as despesas que tenho com os mesmos e pouco mais. E aprendi sozinha porque queria um para mim e nunca o fiz :P

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Olha que ideia gira. Nunca tinha ouvido falar. 😊😊😊
      Mesmo não tendo ainda retorno financeiro é para continuar. Faz bem à cabeça.
      Beijinhos

      Eliminar