26 outubro 2020

Diz o velho ditado que... | Porta-moedas



"Burro velho não aprende línguas."

… mas eu NÃO concordo!
Na vida, a aprendizagem deve ser permanente e é fundamental.
É importante para a nossa função neurológica, é importante para crescermos enquanto indivíduos e profissionais.
Nas artes a ideia é a mesma. Aprender, aprender, aprender…
A aprendizagem em contexto de aula é fundamental, mas a autoformação é igualmente útil e importante.
São as lições que a vida nos dá, pois é com os erros e os tombos que aprendemos e não com as vitórias.
São os livros que lemos, os filmes que assistimos, as conversas que temos, os passeios e viagens que fazemos, as experiências a que somos expostos…
No caso do artesanato, por exemplo, é uma ida à retrosaria, uma visita a uma feira são excelentes formas de aprender, de trocar experiências e conhecimentos, de nos inspirarmos.
Uma simples conversa com um artesão é uma fonte inesgotável de sabedoria.
Quanto a mim sempre que visito um lugar novo, para além de visitar a biblioteca da terra, de conhecer a sua gastronomia, faço sempre questão de conhecer o artesanato local.
Aprendendo sempre imenso. 
Gosto de conversar e aprender com os artesãos locais. Com quem dedicou a sua vida a fazer e a promover a sua terra pela sua arte.
Simplesmente ADORO!
Aliás grande parte do que sei de artesanato foi adquirido em contexto de autoformação.
Através das leituras que fiz e faço, pela curiosidade que sempre tive sobre o assunto, pelas pessoas com quem me cruzei e que com uma enorme generosidade partilharam o seu saber comigo.




**DISPONÍVEL**

**PEÇA ÚNICA**

Sem comentários:

Publicar um comentário