15 outubro 2020

Patchworking... | Capa de livro


"Ler é sonhar pela mão de outrem."
Fernando Pessoa

O Covid-19 trouxe-nos uma nova vida. Uma nova realidade.
Muitas têm sido as alterações diárias que temos de implementar na nossa vida.
Mas no meio disto tudo, também é importante encontrar algumas rotinas, alguma normalidade na nossa vida.
Por aqui uma rotina que se procura manter é a leitura antes de ir dormir.
Cá por casa somos bibliodependentes: livros de lazer só da biblioteca! 
Comprar só mesmo algum livro que seja técnico e de utilização repetitiva.
Assim com o isolamento, quarentena e afins vimo-nos a abraços com falta de livros para ler cá em casa.
Dado que as bibliotecas foram (e bem!!) encerradas e eu não sei viver sem um livro, numa das muitas idas da mana ao supermercado, para reabastecimento alimentar, foi com indicação expressa de trazer o romance mais gordo que por lá encontrasse.
A busca foi bem sucedida!



Trouxe um livro que encerra nele três livros, com um total de 934 páginas.
Bem gordinho, portanto! Happy! Happy!
No entanto, com este livro deu para perceber que as capas de livro precisavam de uns ajustes.
Motivada pelo Ferrari pensei porque não?
Se a principal ferramenta de trabalho sofreu um mega upgrade, porque não fazer o mesmo com os produtos?
Assim sendo, coloquei mãos à obra e o primeiro produto a sofrer uma atualização de visual foram as capas de livro. E mais, aventurei-me numa técnica nova: o patchwork.
Apesar de não ter ficado exatamente como eu a idealizei, para primeira experiência o balanço final é excelente.
Espero que gostem!!










*INDISPONÍVEL*

*PEÇA ÚNICA*

Sem comentários:

Publicar um comentário