28 junho 2017

Craft-terapia

 
Sempre usei os crafts como forma de relaxamento e descontração.
Como forma de esquecer, nem que seja por momentos, os problemas e os pontapés que a vida me vai dando.
Durante os minutos, horas que dedico aos crafts são horas de puro prazer, descontração e felicidade. Não são raras as vezes que vão dar comigo a dar velozmente à agulha e de sorriso nos lábios.
Craftar relaxa-me!!
Com o passar do tempo e a minha mania de estar constantemente a aprender coisas novas que estimulam (e muito!) a minha criatividade, o ter constantemente ideias novas para pôr em prática e pouco tempo para o fazer, dei comigo a perceber que cada vez que me sentava em frente à máquina a ansiedade se apoderava de mim.
Que os momentos que deviam ser de relaxamento e descontração se tornavam em momentos de ansiedade e stress. De terminar o mais rápido possível o que tinha em mãos, para poder começar algo novo. E com isso vieram os erros, o faz e desfaz constante, o estragar material, a colisão com o meu lado perfeccionista.
E isso deixou-me triste e desanimada.
Mas como passar este ciclo?
Parar e respirar!!
Percebi que o melhor que tinha era organizar as ideias e um caderno com uma capa toda catita foi o ideal. Passar para o papel o turbilhão que assolava esta cabecinha. Esquematizar até caso seja necessário. Limpar a cabeça!
Depois é limpar e organizar o material que ainda tenho disponível.
E, por fim, com o material e a cabeça em ordem, mãos-à-obra.
Mas desta vez sem pressões, sem pressas.
Com calma!
Um produto de cada vez!
(outro problema que eu tenho de acabar: a mania de ter vários trabalhos começados:-) )

Sem comentários:

Enviar um comentário